Análise Gráfica 51 Ibovespa Um Novo Tempo

Nada É Para Sempre Tudo Passa Inclusive O Mercado

Mesmo com muitos ainda achando ser topo, essa análise de fechamento semanal, tem um sabor de vitória. Com certeza vai ficar marcado em nossa história, dificilmente sairá de nossa memória. A semana e os dias tiveram sabor, gosto e cheiro do verde e amarelo. A reação e resultados já estavam sendo estampados nos preços; Ibovespa fechou a semana com alta de mais de 6%. O Dólar sempre na contra mão continuou  despinguelando escadaria abaixo – com queda de -4% na semana. Petrobrás surpreende e volta a ser destaque chamando os holofotes para si, com alta semanal de mais de 6%. A Valeska depois de nos dar muito lucros, fecha em queda semanal de mais 6%. Continue lendo e veja os detalhes interessantes que separei para você. E, como sempre tem mais um artigo, não deixa de ler, ele é sobre: “O pecado da ira contra a riqueza”.

Clique para ampliar

Análise-gráfica-51 Análise Gráfica 51 Ibovespa Um Novo TempoInvestCharts-PETR41 Análise Gráfica 51 Ibovespa Um Novo Tempo

Análise Gráfica 51 de Vários Ativos – Uma Boa Ideia

Ibovespa é Agraciado Com Mais Uma Semana de Alta

Contrariando muitos que duvidavam e até apregoava um novo topo, nossa gostosa e lucrativa Ibovepa segue o rítimo cadencial de topos e fundos ascendentes. Novas máximas vem sendo superadas e suas trincheiras obstrutivas, desbaratadas pelos soldados compradores. Nessa sexta feira, que não é treze e foi gloriosa, todos os temporais fecharam na máxima. O que eu posso dizer para você que me segue? É 100% compra não é mesmo? Ou você acha que é topo, e que é venda?

Para vender, precisamos de sinais gráficos de vendas – não temos. Estou a falar de entrar vendido, vender o que se comprou é outro assunto.

Dólar Se Rende Ao Poder dos Vendidos

Mas, está dentro de região volátil, em cima da média móvel de duzentas semanas e segundo suporte do mês de janeiro dado pelo – Ponto de Pivô.

Nesse temporal, estamos em estado de oversold (sobrevendido). Mas a perda da mínima dessa semana acarreta a continuação da festa. Tem uma análise na minha pagina do facebook, onde mostro a sequência dessa queda desde o dia 02/01/2018.

No diário tem espaço para cair mais, até R$3.085,00.

Petrobrás Dá Iguarias Para Quem Teve Paciência

Com um mensal, descomunal e artístico temos um OCOI gigante digno de quadro e livro. A engenharia dos gráficos está linda, parece poesia financeira recheando nossos bolsos. Está sendo registrado na história uma nova chance de mudar de patamar, isso pode e deve ficar na sua memória.

O semanal da Petrosa, que mais parece prosa, está mais lindo e poderoso ainda. Tente descobrir o motivo. O mensal está chegando no segundo objetivo desse ano. Uma dica fantástica é que ; ela está a romper máximas de anos anteriores – 2017 e 2016 – o que isso significa para você?

Vale Do Rio Doce

Doce foram suas águas corrida em seu leito, uma parte, bebida na “xícara” de cristal. Essa semana, não tão doce assim, pois, tivemos uma semana corretiva. Um alerta, não beba nada dela comprado e nem vendido – espere alinhar o temporais. Tem um ditado que diz; “Aquele que tem pressa, bebe sem doce e come cru”. Tem muito mais dinheiro “adocicado” na compra do que na venda.

Fique agora com mais um artigo que preparei para você, espero que goste:

Visão De Um Estrategista

Resumo do Mercado

Nada mudou do último resumo, está tudo como era antes 100% altista aqui e lá fora. O verde que impulsiona o mercado é brasileiro, os anos anteriores também e, este também o será. Volto a escrever; o mercado é altista, você não pode negar isso, esqueça o futuro, ele depende do seu presente.

Se você não comprar ou vender no agora, vai fazê-lo quando? Não adianta você querer rabiscar o futuro e não viver o seu presente.

Fique agora com o artigo sobre:

O Pecado da Ira Contra a Riqueza

Você conhece alguém que acredita ou já foi doutrinado que é errado enriquecer? Já vi e conheço pessoas que parece ter raiva de quem procura prosperar e sem querer projetam esse sentimento sobre sua própria sorte.

Caso você ache que ser rico é ruim, você terá problemas em se dedicar e melhorar de vida. E, pior, se por alguma razão vier alcançar o sucesso, sentirá culpa e vai sabotar sua prosperidade e riqueza.

O povo como um todo, carrega uma série de preconceitos contra a riqueza, a ponto de ver nos sinais exteriores de enriquecimento vestígios de desonestidade e corrupção – infelizmente no Brasil isso faz um pouco de sentido.

O Brasileiro tem em seu inconsciente ideias erradas que criam ressentimentos contra os ricos e complexo de culpa em quem consegue chegar lá.

Você já deve ter ouvido falar que os ricos são egoístas e inescrupulosos que só chegaram ao sucesso cometendo alguma fraude, casando com alguém por interesse, enganando ou, então, ganhando na loteria.

Parece que, sucesso, prestígio e riqueza afastam pessoas da família e até amigos. Ressentimento há de sobra na nossa cultura – parece que sucesso é ofensa pessoal.

Claro que existem ricos desonestos e egoístas, porém isso não é exclusividade deles. Todos esses conceitos são equivocados. Em qualquer lugar existe família desestruturada, classe sociais, e fraudes também – você lembra-se das histórias do gato de energia elétrica?

Da para perceber que muitos pensamos que quando o rico é desonesto, ele é ladrão, e quando o pobre é desonesto, ele é “coitadinho”, vítima e necessitado.

Esse preconceito muitas vezes é justificado com a alegação de que o excesso de dinheiro faz com que as pessoas ricas tenham dificuldade de agir de forma correta.

Por outro lado, o poder econômico faz com que muitos ricos consigam se livrar da lei, contribuindo para a sensação de que os crimes do colarinho branco ficam sem punição.

Para o Brasil evoluir, vamos precisar chamar roubo de roubo, fraude de fraude, seja quem for que os pratique, assim como acabar com as desculpas e a impunidade. As instituições brasileiras estão sendo cobradas pela sociedade e, cada vez menos tolerante com a corrupção. Essa realidade está a mudar.

A questão, porém, é se você tem algum desses preconceitos e barreiras mentais. Se tem, precisa se livrar deles, pois a ira contra os ricos e a riqueza é um dos pecados capitais na busca do sucesso e da prosperidade.

É bem positivo dizer que tem pessoas ricas boas e generosas, que chagaram ao topo por sua competência.

São pessoas honestas, que usa sua riqueza de forma digna e a compartilha com a família. Adquirir esses modelos mentais de realização e encontrar exemplos admiráveis é parte do processo de motivação para o sucesso.

A Origem Do Preconceito

No passado parece que ser pobre era bonito e ser rico, uma vergonha, e trabalho era castigo. Além da origem histórica e cultural já citada, há outra, religiosa, decorrente de uma interpretação errada da Bíblia.

No capitulo 19 do livro de Mateus, Jesus mencionou que é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus. Essa passagem induz muita gente a pensar que ser rico é perigoso e complicado.

Porém o mesmo Jesus, logo adiante diz: “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis.” Isso significa que um rico pode, sim, entrar no reino dos céus. Na verdade, Jesus aponta, nesse trecho, um aspecto fundamental a ser superado pelos ricos.

Em Marcos 10:17-22, outro trecho que pode dar interpretação errada, um jovem rico pergunta a Jesus o que deve fazer para conseguir a vida eterna, e Jesus recomenda que ele venda todos os seus bens e distribua o dinheiro aos pobres. Nesse caso, o problema não era a riqueza em si, mas a forma gananciosa como esse homem se relacionava com sua fortuna.

Jesus percebeu que faltava algo para a evolução pessoal do jovem rico e trabalhou nesse sentido. E, como sempre, deixou que o próprio escolhesse se queria ou não seguir o seu conselho.

Se prosperar mediante o trabalho fosse ruim ou feio, não haveria a recomendação bíblica de aproveitar os ganhos de seu trabalho, como vemos em Eclesiastes 5:18: “Assim, descobri que o melhor e o que vale a pena é comer, beber, e desfrutar o resultado de todo o esforço que se faz debaixo do sol durante os poucos dias de vida que Deus dá ao homem, pois essa é a sua recompensa.”.

A Bíblia, por sinal tem vários conselhos para você que é rico. Em geral não se sugere que a pessoa abra mão de sua riqueza, mas que a administre de forma correta e generosa, que seja honesta e humilde e que não ponha a confiança na incerteza das riquezas (Timóteo 6:17, Efésios 6 e Marcos 10:17-22).

Quem comete o pecado capital da ira contra a riqueza despreza o sucesso, imaginando que ele é nocivo e atribuindo às elites todos os flagelos sociais.  Ora as elites podem ser culpadas de muita coisa, mas não de tudo. E não podemos confundir elite privilegiada com toda e qualquer pessoa que ganha dinheiro e melhora de vida.

Aliás, uma das formas de mudar o pais é justamente permitindo mobilidade social e oportunidade de educação, trabalho, empreendedorismo e ascensão social. A miséria não é culpa da riqueza, mas, sobretudo, de uma desigualdade social que está ligada a questões históricas e atuais, que criaram uma grande distância entre as classes mais altas e as mais baixas.

Essas conjunturas é resultado de uma série de ações públicas e privadas que feriram e ferem princípios bíblicos. Dizer que somos um país cristão é em parte equivocado, já que a maioria dos governantes, empresas e pessoas não seguem as orientações bíblicas nem as dadas por Jesus Cristo.

Nada justifica, porém, que se inveje e persiga os ricos. Esse é o primeiro passo para se continuar pobre, afinal, uma pessoa que tem inveja, ressentimento, ou ódio de quem é bem sucedido não está no caminho do sucesso. Esses sentimentos não são construtivos.

Se você quer progredir, recomendamos que passe a admirar as pessoas que vencem na vida, que se esforçam, que estudam e trabalham honestamente. Se segue princípios cristãos o incômodo com a fortuna alheia é pior ainda, pois não só atrapalha seu sucesso, como também viola deveres religiosos de amar o próximo, não cobiçar, e não cultivar o hábito de se queixar.

O outro lado da falta de admiração pelo sucesso é o apego à pobreza. Há quem acredite que é louvável, bom e mais correto ser pobre. Por ter raiva dos ricos, ou de como alguns figurões enriqueceram, a pessoa passa a gostar de ser pobre.

Ser pobre não é vergonha nem problema. Há pessoas pobres mais dignas e felizes que muito milionários. O problema está em estimular e admirar a pobreza como se fosse uma virtude, atribuindo a ela um conteúdo moral ou filosófico que não tem.

Existe ambiente social e intelectual que parecem prestigiar uma cultura de pobreza. Isso acontece em determinadas igrejas e partidos políticos. Se a pessoa acha a pobreza uma virtude, preferirá ser admirada e cuidará para que essa condição perdure. Uma coisa é respeitar o pobre, outra é achar que se tem necessariamente que viver na pobreza.

Há certas corrente da intelectualidade que defendem que os mais humildes teriam maior pureza, inocência, candura ou bondade. Não é o caso: a bondade e a maldade estão espalhadas por todos os povos, raças, classes sociais e níveis de escolaridade.

Em sua autobiografia, Mahatma Gandhi escreve sobre o amigo Raychandbhai, dono de imensa fortuna:

“As transações comerciais de Raychandbhai chegavam às centenas de milhões de rupias. Ele era um grande conhecedor de pérolas e diamantes. Nenhum problema comercial intrincado lhe parecia insolúvel. Entretanto, essas coisas não eram o centro em torno do qual girava sua vida. O núcleo de sua existência era a paixão de um dia ver Deus face a face. Entre os objetos encontrados em sua mesa de trabalho, estavam livros religiosos e o seu diário. Tão logo terminava com os negócios, abria um deles. Muitos de seus escritos publicados consistem em reproduções desse diário. Uma pessoa que ao acabar de falar sobre pesadas transações comerciais, começava a escrever sobre coisas ocultas do espírito não poderia, decididamente, ser um característico homem de negócios, mas um consumado buscador da verdade.”

Essa descrição revela que é possível ser, a um só tempo, rico e nobre, bem sucedido e espiritual.

Antídotos Para Você Não Cometer Esse Pecado

1-Tenha como modelo e fonte de inspiração pessoas ricas e de sucesso que merecem a sua admiração, por serem competentes, honestas, trabalhadoras e generosas.

2-Não tenha vergonha de querer melhorar de vida.

3-Livre-se da mentalidade de que é mais honrado ser pobre do que rico.

4-Visualize as coisas boas que você poderá proporcionar a si mesmo e aos outros ao prosperar.

E para terminar:

“Se você tem vergonha da sua meta, ela não vai acontecer.”

P.S. Esse artigo foi extraído e adaptado do livro 25 Leis bíblicas.

Roberto Shinyashiki

Espero que você tenha gostado da análise verde e amarela e desse artigo, se sim, COMPARTILHE, em sua rede social, indique para um amigo.

Sobre Dr. Carreira e Site

“Dr. Carreira é Mentor/Coach individual de traders e pessoas “comuns”.

Ajuda cada um a superar suas barreiras. Seu maior objetivo é amar a humanidade e ajudar milhares pessoas.

Caso você tenha uma dificuldade em ultrapassar alguma barreira, a hora é agora, conte comigo”!

O objetivo dessa análise/artigo é te mostrar apenas sinais gráficos EDUCACIONAIS.

Ao mesmo tempo te encorajar a estudar sempre para ser um trader de sucesso.

Se você está gostando do que vem recebendo, COMPARTILHE em suas redes sociais.

Dr. Carreira Coach

28/01/2018

Deixa seu email para receber dicas e estudos falando sobre "O mercado e as Sacadas De Um Estrategista Milionário da Bolsa"

Mentoria Gráfica & Coaching Emocional Para Traders -      Opere individualmente c/ Dr. Carreira e ao vivo!         Entre em contato - WhatsApp 19-99424-3278

2 Comments

  1. levi melo

    Muito bom Prof Carreira! Fantástica a reflexão. Te admiro muito. Fique na paz!

    • Isso mesmo, meu irmão Sargento Levi. Somos todos aprendizes uns dos outros. Graças a Deus por nos colocar numa jornada onde há muitos corações que pulsam em PALAVRAS e GRÁFICOS!

Deixar uma resposta