NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS – PARTE III

MÉDIAS MÓVEIS – PARTE III

Novo e sensacional estudo! Dando sequência aos estudos das médias móveis, trago para você “O PAREDÃO”

MÉDIA MÓVEL DE 200 PERÍODOS

Novo slide número um

Novo NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

SLIDE NÚMERO DOIS

2-3 NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

SLIDE NÚMERO TRÊS

3-2 NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

SLIDE NÚMERO QUATRO

4-1 NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

SLIDE NÚMERO CINCO

5-1 NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

SLIDE NÚMERO SEIS

6-1 NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

SLIDE NÚMERO SETE

7 NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

VISÃO DE UM “ESTRATEGISTA”

PEPITA NOVO ESTUDO, MÉDIAS MÓVEIS - PARTE III

Realmente as médias se tornaram referência no mercado. Aquele trader que sabe dar valor ao seu capital, procura operar a favor das médias. Com você não pode ser diferente, comigo não pode ser diferente. Eu apanhei bastante por não respeitar as médias móveis.

Nesse artigo eu vou apenas complementar o que um dos maiores traders acha da poderosa média de duzentos períodos, ela é um “ROCHEDO“. Servindo como suporte e resistência. Eu me acostumei tanto com ela que, ela se tornou inseparável.

Caso você note, ela trás para todos os temporais um poderio correspondente à força desse temporal. Num gráfico de sessenta minutos ela tem o poder correspondente a esse temporal. Agindo como imã do mesmo jeito que age em todos os demais tempos gráficos.

Para competir com ela em suportes e resistências somente PONTO DE PIVÔ. Essas duas ferramentas juntas são imbatíveis, é com base nas médias e principalmente na poderosa média de duzentos que eu e meus alunos operamos contra uma tendência. Claro que sem a permissão do macd nada feito.

Gosto muito de observar e associar outros sinais ao cruzamento das médias de cinquenta e duzentos períodos. Dependendo dos sinais do momento, pode ser o “TOCAR DO SINO” para uma entrada poderosa e pesada ou mesmo uma “REVERSÃO”

Observe o que Oliver Velez comenta sobre a média móvel de duzentos períodos plana. Caso os preços esteja subindo, ele cita que é como se fosse um “TETO“. Rompendo e recuando seria como se fosse um “PISO”. O preço sendo atraído de longa distância, dificilmente romperá a média de duzentos sem ACUMULAR.

Acumulando em baixo dela ainda precisa de outros sinais. Os preços sempre pagam o “pedágio” para essa média. Espero que tenha gostado e que lhe ajude bastante. Nessas três parte falamos bastante sobre ela. COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS.

Caso não tenha lido a PARTE I CLIQUE AQUI e estude mais. E AQUI para a PARTE II

Bons estudos e que Deus lhe abençoe ricamente.

Dr. Carreira (COACH)

15/06/2015

Deixa seu email para receber dicas e estudos falando sobre "O mercado e as Sacadas De Um Estrategista Milionário da Bolsa"

Mentoria Gráfica & Coaching Emocional Para Traders -      Opere individualmente c/ Dr. Carreira e ao vivo!         Entre em contato - WhatsApp 19-99424-3278

Deixar uma resposta